Início Onde Comprar Fale Conosco

Sobre Nós

Um pouquinho de nossa empresa...

Produtos

Fubá Mimoso, Farinha de Milho, e mais...

Promoções

Confira!

Receitas

Bolo, Mingau, Cuzcuz, e mais...

Dicas

Várias utilidades para nossos produtos!

Álbuns de Fotos

Um pouco mais sobre nós!

Vídeos

Reportagens e outros...

Nossa História

A tradição em produzir qualidade!

História do Milho

Tradição brasileir aliada da saúde

Milho: tradição brasileira aliada da saúde



Sobre NósHá mais de sete mil anos o milho está presente na alimentação humana e ocupa uma posição privilegiada entre os cereais fontes de nutrientes, atrás apenas do arroz e do trigo. A história de seu cultivo está diretamente ligada à história das civilizações pré-colombianas, nas quais o milho exercia papel de destaque não só na alimentação, mas também em cerimônias religiosas. O cereal que atravessou séculos chegou à tradição da cozinha brasileira como ingrediente fundamental para a dieta da maioria da população, especialmente na região sudeste.

Angu, milho verde cozido, broa, cuscuz... As delícias com milho formam uma lista interminável de receitas, algumas tradicionalíssimas e outras inventadas sem querer ou por querer nas cozinhas brasileiras. Mas o que muita gente não sabe é que, além de nutritivo e saboroso, o milho é um alimento extremamente saudável, rico em carboidratos e uma boa opção energética. Em sua composição, o milho apresenta ainda quantidades menores de óleo vegetal e fibras e é fonte de vitaminas do complexo B e vitamina E, além de fósforo e potássio. Um conjunto de itens que garante a saciedade e o bem-estar.

Isabel Antunes Joffe, fundadora da Rede Mundo Verde de produtos naturais, destaca o papel do milho branco na culinária típica brasileira em pratos como canjica, polenta, mingaus, pamonhas e cremes. "O milho branco é uma das variedades mais difundidas por todo o território nacional e seu consumo faz parte de nosso imaginário popular", afirma. O milho branco é uma planta especialmente resistente às principais doenças foliares do milho, em diferentes altitudes e épocas do plantio.

O auge da demanda do milho branco é o período imediatamente anterior à Quaresma, quando a canjica tem um papel fundamental nas comemorações cristãs de preparação para o período da Páscoa. Nesta época, em algumas regiões no Brasil, o milho branco supera o milho tradicional em números de venda, o que é um grande incentivo para seus produtores.

"Outro motivo que movimenta a venda do milho branco é o fato de ainda não existirem variedades transgênicas deste tipo de milho, o que também aumenta seu valor de mercado em nichos específicos", explica Isabel, defensora do consumo de alimentos orgânicos e naturais.

Nutrição e saúde com o milho à mesa


Responsável por parte do material informativo do site oficial da Rede Mundo Verde, a nutricionista Flávia Morais indica algumas opções de consumo de milho para uma alimentação saudável. O milho maduro pode ser usado moído na forma de farinha, fubá ou amido de milho. Estes são usados como ingrediente no preparo de biscoitos, "chips", broas, bolos e pães. Pode também ser usado em preparações doces como curau e pamonha. E os flocos de milho (os corn flakes tão presentes nas refeições americanas) aparecem como opções de cereais matinais.

Além de cumprir um papel importante na mesa de muitas famílias brasileiras, o milho também é uma opção de consumo interessante para os portadores de doença celíaca, já que não contém glúten como outros cereais (trigo e aveia).

É importante destacar que a opção mais saudável para o consumo do milho é o cozimento, sem adição de manteiga. O milho pode também substituir alimentos como pão ou arroz, com a vantagem de ter mais nutrientes. A farinha de milho serve como alternativa à farinha de trigo no preparo de pães e bolos, pois possui mais fibras em sua composição e não contém glúten, facilitando assim o funcionamento do organismo. "O cuscuz de milho também pode ser uma alternativa aos pães refinados no café da manhã, e o angu usado como acompanhamento nas grandes refeições", destaca Flávia. Ou seja, um dos mais tradicionais pratos da culinária brasileira, o angu, é também uma boa opção de consumo saudável.

Contudo, Flávia alerta para o cuidado com as combinações: "Não se deve abusar dos flocos de milho açucarados no café da manhã, porque a quantidade de açúcar nesses produtos industrializados pode fazer mal à saúde". A nutricionista também recomenda que se evitem preparos que dependam de grande quantidade de gorduras, como sopas de fubá com lingüiça e polentas fritas.

Quando associado a alguma leguminosa, como feijão, ervilha ou lentilha, o milho passa a ser fonte de proteína completa e pode aparecer diariamente na alimentação, sem grandes restrições. O consumo de milho pode inclusive substituir outros legumes, como as batatas, e ainda assim ser uma opção mais saudável. Nas receitas tradicionais, é possível minimizar as opções calóricas: "Milho cozido sem manteiga, angu sem queijo ou carnes gordas, sopa de fubá com couve são opções interessantes e de menor valor calórico que não deixam a desejar no sabor", sugere Flávia.

Para preservar o sabor do milho e colaborar com o meio-ambiente, procure consumir sempre o milho orgânico e esteja atento à origem do produto. Dê preferência a produtos que saem da sua região, de produtores locais, e evite o consumo de milho transgênico. Seguindo essas orientações o milho pode ser um grande aliado da sua saúde com toda a tradição da cozinha brasileira.

Produtos Ginico

Fazenda Sapezinho - Zona Rural Campos Gerais - MG - 37160000
35 3851 2758
35 9985 1966
contato@ginico.com.br

DESENVOLVA